CHEGAR AO LIMITE DA PERFORMANCE FÍSICA E MANTÊ-LA

Por: José Marcos – Educador Físico – da Acqua Boya Academia (Guararema)

Se você é o tipo de pessoa que sai do seu treino, tem que fazer tudo correndo e depois ir para o trabalho, passar o dia todo focado em atividades que consomem sua energia física ou mental, cuidado. Você já parou para refletir se sua intensidade de treinamento está sendo benéfica ou prejudicial? Uma coisa é se inspirar em atletas, outra coisa é querer ter a mesma rotina de treino sem os devidos cuidados de um profissional. Nenhum atleta de alto rendimento termina sua sessão e vai para o escritório. Ele tem uma rotina de descanso e recuperação específica, que inclui fisioterapia, massagem, sono, alimentação. Será que os alimentos que você tem ingerido são os melhores? Eles tem os nutrientes suficientes para sua modalidade e para sua saúde? Existem pessoas fazendo sacrifícios mais do que exagerados, e o que temos que pensar é: onde quero chegar e até quando consigo sustentar essa rotina. A questão a ser analisada é: até que ponto suas escolhas são saudáveis? Até que período da sua vida você vai se manter fazendo o que você faz hoje? Será que aos 74 anos de idade os resultados do que você faz hoje serão positivos? Não confunda estilo de vida saudável com estilo de vida de alta performance. Para ter longevidade você precisa de um programa de treino adequado, que seu corpo suporta, e uma dieta ajustada para suas necessidades. É esse estilo de vida que vai fazer você viver muitos anos com saúde. Claro, desafios devem existir para manter a motivação em alta. Mas eles precisam estar dentro daquilo que você pode alcançar. Construa seu estilo de vida, seja uma pessoa saudável, motivada e motivadora. Alcançar o limite de performance dentro de um determinado período é difícil mas não é a parte mais complicada. Entenda-se esse limite como o melhor que você possa produzir no esporte dentro do que o organismo permita e também de seus equipamentos e instrução/orientação de treinamento. Com dedicação, empenho e disciplina chegar ao ápice de performance se torna uma tarefa possível dentro de um bom planejamento de treinamento e estrutura minimamente adequada. O tempo que isso vai levar depende de variáveis como algumas: condição genética, equilíbrio emocional, apoio familiar, refinamento técnico, resiliência, composição física, condicionamento muscular, saúde equilibrada, etc. A partir do ápice atingido é importante a conscientização e elaboração de estratégias para se manter numa média alta de performance e aí está a dificuldade: não é raro casos de pessoas comuns, ou seja, não atletas profissionais, que se dedicaram em busca de um sonho de rendimento físico, atingiram o objetivo e não mantiveram a média de treinamento e condicionamento vindo a até mesmo abandonar a modalidade. Resumindo: treinar pesado e com determinação sim, consciente da própria capacidade, virtudes e limitações. Replicar o que profissionais fazem não é legal como também não pensar num futuro de treinos para manter a saúde e ficar numa média alta de condicionamento físico, sempre em movimento. Inspire-se!

José Marcos, Educador Físico . CREF 040000133 – G/SP .

Diretor Técnico e Professor da Acqua Boya Academia – Guararema e-mail: josebgeraldo@ig.com.br

plugins premium WordPress