Gazeta de Guararema - A Informação ao alcance de todos

21/10/2013 »

   

 

 

 

 

 

 

 

 

Guararema finalmente teve o convênio da Atividade Delegada assinado nesta semana. Em breve, 20 policiais devem reforçar o patrulhamento na Cidade, além de combater o comércio ambulante irregular. A ação é uma parceria entre o governo estadual e a Prefeitura de Guararema.

Segundo o Secretário de Defesa Social de Guararema, Edson Roberto Pinto de Moraes, com a atividade delegada, os policiais de folga irão se dividir em escalas e locais diferentes. A proposta é que a violência existente em municípios vizinhos não migre para Guararema.

Agora, os policiais militares podem desempenhar suas funções também durante suas folgas, no máximo 12 dias por mês, com carga horária de 8 horas, o que garante um "plus" no salário do servidor e benefícios para a população. A lei que autoriza este convênio foi aprovada na Câmara Municipal em 22 de fevereiro deste ano. Desde então, etapas estão sendo cumpridas para colocar os efetivos nas ruas.

O deputado estadual André do Prado (PR) esteve no dia 16/10, no Palácio dos Bandeirantes, acompanhando o prefeito de Guararema, Marcio Alvino (PR), e o presidente da Câmara dos Vereadores, Eduardo Maia da Silva, o Gonda, na assinatura do convênio que autoriza a implantação da Operação Delegada no município. A cerimônia contou com a presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e demais autoridades estaduais. Com a adesão ao programa, Guararema passa a integrar o grupo de municípios do Alto Tietê que já possuem a operação delegada, seguida de Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Poá.

O prefeito Marcio avalia que a assinatura da operação delegada será fundamental para garantir ao município aumento do efetivo policial na área central de Guararema, onde há maior concentração de pessoas e comércios. O prefeito destaca ainda a importância do policiamento no período de festas de fim de ano, período que cidade recebe um grande número de turistas para conhecer a Cidade Natal. "Guararema recebe muitos turistas e esse número aumenta no final de ano, devido às programações natalinas. A chegada desses policiais permitirá que o nosso planejamento em segurança pública seja ampliado e a população se sinta mais segura", aponta.

Para o deputado André do Prado, a atividade delegada contribuirá com o aumento da sensação de segurança em Guararema. Ele afirma que embora os índices de violência na cidade sejam muito baixos, a população prefere a presença da PM nas ruas. "A finalidade do programa é permitir a utilização de policiais em dias de folga no policiamento ostensivo e no apoio às atividades de responsabilidade das prefeituras. Trata-se de um salto importante visando o aumento da segurança e também aliar às expectativas do município no trabalho de combate a criminalidade", destaca.

Já o presidente do Legislativo guararemense, também enalteceu a iniciativa para somar às ações de segurança pública na cidade. De acordo com Gonda, os policiais militares de Guararema poderão, em seus dias de folga, trabalhar para a prefeitura da cidade. "Mais segurança aos guararemenses, sem dúvida, um programa muito importante".

O secretário municipal de defesa social, Edson Roberto Pinto de Moraes comentou a assinatura do convênio. Na opinião do secretário, o incremento no policiamento será muito importante para o município, pois garantirá a ampliação da cobertura policial no centro da cidade e na região norte, próximo à Rodovia Presidente Dutra, que apresenta vulnerabilidade. "Atualmente Guararema conta com 4 policiais para cobrir uma área de 271 km². Nossa expectativa é colocar mais 8 policiais militares, somando 12 PM’s em nosso quadro. Com isso será possível implantar a operação no centro do município, garantindo segurança no comércio, nos bairros do entorno e também para o turista que visita a cidade no final de ano", comemorou.

Para a Atividade Delegada ser implantada é preciso que o município apresente um plano de trabalho à Secretaria de Segurança Pública (SSP) e ao comando da Polícia Militar da região, aliado a um projeto de acordo às suas necessidades. O governo dá o autorizo para que os policiais militares lotados na região executem o serviço nos períodos de folga. O regulamento da PM obriga a quem esteve no exercício de suas funções por 12 horas, que folgue, no mínimo, duas vezes o tempo de horas trabalhadas. Dessa forma, ele poderá atuar na operação delegada de 6h às 8h/ dia e até 80h/mês. Não poderá haver emenda à escala normal de serviço.

Na tarde desta quarta-feira, além de Guararema, a prefeitura de Biritiba Mirim também formalizou adesão ao programa. Iniciado em dezembro de 2009, foi primeiramente implantado na capital paulista, e em 2011, em Mogi das Cruzes. Em junho deste ano, a prefeitura de Poá também assinou convênio.

Capa da Semana