Dia dos Pais: colaboradores da Suzano relatam as mudanças na rotina familiar durante a pandemia

Na Unidade de Suzano, em São Paulo, o supervisor de Manutenção Edson Emilio Goulart compartilha sua história inspiradora  

Neste ano, teremos o segundo Dia dos Pais na pandemia de Covid-19. Desde 2020, muitas pessoas tiveram as suas rotinas mudadas e acabaram aumentando o convívio com os seus familiares em casa. A Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, vem dando suporte aos seus(suas) colaboradores(as) durante a pandemia, pois acredita na importância de fortalecer os laços familiares.

“A Suzano valoriza os laços familiares e, principalmente, o papel de quem cuida. Por isso, nesse momento, ainda de pandemia, a empresa realiza diversas ações que contribuem para garantir o bem-estar de suas equipes, entre elas iniciativas como o check-up emocional e as lives com orientações de saúde e qualidade de vida. Nosso objetivo é estar próximo do nosso time, entendendo as necessidades dessa fase e atuando juntos e pelo todo”, conta Mauro Mochida Peixoto, gerente de Gente e Gestão da Suzano.

O supervisor de Manutenção Edson Emilio Goulart, 55, é pai de três meninos. Pedro Henrique, 19, que é fruto do seu primeiro casamento e mora com o seu pai desde os seis anos de idade, do Kevin, quatro, e do Bento, dois, do seu segundo casamento com Magda.

O filho do meio, Kevin, é adotado. Após alguns anos tentando uma gravidez, o casal optou pela adoção. O processo de adoção durou cerca de dois anos e meio, Kevin chegou em suas vidas com apenas oito meses. Mas Edson e Magda continuaram tentando uma gravidez, e em menos de um ano engravidaram do Bento.

Com dois filhos pequenos e as escolas fechadas, a pandemia mudou a rotina da casa de Edson. Seu filho mais velho, que faz faculdade em Araraquara (SP), voltou para casa e os seus sogros acabaram passando um tempo com ele, para dar um suporte. “Com a pandemia, nos finais de semana ficamos mais em casa, sem poder levar as crianças para brincar fora de casa, e tivemos que nos reinventar”, relata Goulart.

Segundo ele, nessa pandemia pôde contar com o apoio da Suzano e da sua equipe de trabalho. “A Suzano tem um acompanhamento bem forte com o seu time. Quando alguém está com sintomas e se isola, a empresa sempre liga para saber como estamos. É um cuidado bacana comigo e minha família”, conta o supervisor de Manutenção.

“Para colaboradores e colaboradoras que ficaram totalmente em home office, também fazíamos um bate-papo via Teams ou Zoom. Juntávamos várias pessoas para conversar sobre como estávamos. Isso fez com que as pessoas se sentissem parte da equipe, apesar de estarem longe da fábrica”, completa Goulart.

No próximo domingo (08 de agosto), ele irá comemorar o Dia dos Pais em um cenário melhor. Vacinado, só quer aproveitar o domingo com os seus três filhos. “Costumo dizer que Dia dos Pais é todo dia. Esse convívio com as crianças é muito bom, sou muito grato”, afirma.

 Sobre a Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

Fonte: Performa Comunicação